O Impiedoso Mundo de Lameque – Sulamita Macêdo

O Impiedoso Mundo de Lameque – Sulamita Macêdo

Professoras e professores, observem estas orientações:

1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:

– Cumprimentem os alunos.

– Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.

– Perguntem como passaram a semana.

– Escutem atentamente o que eles falam.

– Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.

– Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.

2 – Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.

Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.

3 – Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais, deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).

Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.

4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.

5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!.

6 – Agora, iniciem o estudo da lição:

– Apresentem o título da lição: O Impiedoso mundo de Lameque.

– Perguntem: Quem foi Lameque?

Aguardem as respostas.

Depois acrescentem outras informações sobre este personagem bíblico, como por exemplo seus antecedentes familiares e suas atitudes violentas e devassas e o meio em que vivia(vejam no capítulo 4 de Gênesis, versículos do 18 a 24).

– Lembrem-se de que ao trabalhar o conteúdo da lição, vocês devem oportunizar a participação do aluno, envolvendo-o através de exemplos e situações próprias de sua idade. Dessa forma, vocês estão contextualizando o tema com a vida do aluno, além de promover uma aprendizagem mais significativa.

– Para concluir, utilizem a dinâmica “Estamos no mesmo barco”.

Tenham uma excelente e produtiva aula!

Importante!!!

Para a conclusão do trimestre, sugiro que façam uma Mostra Cultural.

Quer saber como fazer?

Leiam o texto pedagógico “Mostra Cultural na EBD”, que vocês encontram no marcador “Texto pedagógico” deste blog.

Dinâmica: Estamos no mesmo barco

Objetivo: Estudar o tema da violência social, de forma contextualizada.

Material:

Reportagens sobre diversos tipos de violência.

Procedimento:

– Entreguem para os alunos várias reportagens sobre violência.

– Peçam para que eles agrupem estas reportagens por tipo de violência.

– Perguntem: Quantos aqui na classe sofreram algum tipo de violência social?

Certamente, quase a totalidade da turma vai responder que sim. Aguardem as respostas e comecem a tabular a quantidade de acordo com o tipo de violência, por exemplo: assalto, roubo, bullying, assassinato, assédio moral e/ou sexual, perseguição, sequestro etc.

Façam uma abordagem mesmo sucinta sobre a violência doméstica, Lei no 11.340/06(conhecida como Lei Maria da Penha). Há outra violência que não pode ser esquecida que é o Bullying, pois há crianças, adolescentes e jovens sofrendo este tipo de violência dos colegas e estão calados, passando por situações constrangedoras e humilhantes na escola, e, seus pais e eles mesmos precisam denunciar estes fatos.

Procurem informações sobre estes tipos de violência num site de busca, nos quais vocês poderão ler sobre isto.

– Falem de exemplos registrados na Bíblia sobre violência, como: Caim que matou Abel, Lameque que matou duas pessoas e o homem da parábola do Bom Samaritano que também sofreu violência.

– Falem: A origem da violência está no pecado e que Caim cometeu o primeiro assassinato (Gn. 6.5).

O que podemos concluir? Abel, o homem da parábola e nós passamos por situações semelhantes, isto é, somos também vítimas de violência. A violência não é algo do mundo moderno. Estamos no mesmo barco.

Mas, lembrem-se de que Jesus está conosco no barco, quando somos surpreendidos pelas tempestades da vida. Leiam Mt 4.34 a 41.

– Agora, trabalhem os demais pontos levantados na lição.

Por Sulamita Macedo.

Texto Pedagógico

Os 10 mandamentos do Professor da Escola Dominical

1 – Não terás outra doutrina além da Bíblia Sagrada.

2 – Não darás aula sem apresentar figuras, imagens, ilustrações e outros recursos pedagógicos para melhorar o aprendizado.

3 – Não tornarás o momento da aula em vão, com uma aula desprovida de conteúdo e sem metodologia criativa.

4 – Reservarás somente o sábado para preparar a aula? Nunca!!! A preparação deve acontecer durante a semana.

5 – Honrarás a presença dos alunos, com apresentação de conteúdo significativo e aulas prazerosas, participativas e dinâmicas.

6 – Não matarás o desejo do aluno de aprender. Ao contrário, estimularás o aluno a participar da aula, apresentando informações e realizando perguntas.

7 – Não adulterarás as informações sobre o tema da aula, com interpretações duvidosas, descabidas e desnecessárias.

8 – Não furtarás a atuação do Espírito Santo, com uma vida cristã sem oração, comunhão com Deus e leitura bíblica.

9 – Não farás falso testemunho de si mesmo, com palavras que não condizem com suas ações. Serás o exemplo daquilo que ensinas.

10 – Não cobiçarás o conhecimento do outro. Procurarás também estudar a Palavra de Deus com seriedade, preparando-te para ministrar aulas com conteúdos e métodos adequados.

Por Sulamita Macedo.

Publicado no blog Atitude de Aprendiz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *