Comentários LB Adultos

Comentários das Lições Bíblicas Adultos

Comentários LB Adultos
O Evangelho da Graça – Telma Bueno

O Evangelho da Graça – Telma Bueno

INTRODUÇÃO
I – AS FALSAS DOUTRINAS CORROPEM O EVANGELHO DA GRAÇA
II – A GRAÇA SUBERABUNDOU COM A FÉ E O AMOR
III – UM CONVITE A COMBATER O BOM COMBATE
CONCLUSÃO

 


I- AS FALSAS DOUTRINAS CORROPEM O EVANGELHO DA GRAÇA

Professor, neste primeiro tópico da lição procure enfatizar o alerta de Paulo a respeito das falsas doutrinas, pois elas acabam corrompendo o evangelho da graça.Explique que o evangelho da graça é o evangelho libertador de Jesus Cristo. Ressalte que a “missão de Timóteo era silenciar os falsos mestres de sorte que a verdade do Evangelho pudesse produzir o fruto do amor” (RICHARDS, Lawrence O. Guia do Leitor da Bíblia. 1 ed. Rio de Janeiro: CPAD, p. 833).

Comentários LB Adultos
O Evangelho da Graça – Ev. Luiz Henrique

O Evangelho da Graça – Ev. Luiz Henrique

Lição 2 – O Evangelho da Graça

3º trimestre de 2015 – A Igreja E O Seu Testemunho – As Ordenanças De CRISTO Nas Cartas Pastorais

Comentarista da CPAD: Pr. Elinaldo Renovato de Lima

Complementos, ilustrações, questionários e vídeos: Ev. Luiz Henrique de Almeida Silva

Questionário

NÃO DEIXE DE ASSISTIR AOS VÍDEOS DA LIÇÃO ONDE TEMOS MAPAS, FIGURAS, IMAGENS E EXPLICAÇÕES DETALHADAS DA LIÇÃO

Comentários LB Adultos
O Evangelho da Graça – Ev. José Roberto A. Barbosa

O Evangelho da Graça – Ev. José Roberto A. Barbosa

Texto Áureo  At. 20.24  – Leitura Bíblica  I Tm. 1.3-20

Prof. Ev. José Roberto A. Barbosa

www.subsidioebd.blogspot.com

Twitter: @subsidioEBD

INTRODUÇÃO

A Primeira Epístola a Timóteo foi escrita por Paulo, a quem denomina o jovem pastor de “meu verdadeiro filho na fé” (I Tm. 1.2). Com essa declaração objetiva reconhecer e legitimar o ministério espiritual desse obreiro perante a congregação. Na aula de hoje, nos voltaremos para as orientações do Apóstolo à igreja, considerando a necessidade de refutar os falsos ensinamentos. Ao final, destacaremos a importância de não nos apartarmos do evangelho da graça, sob pena de comprometer o evangelho genuíno.

Comentários LB Adultos
O Evangelho da Graça – Ev. Isaías de Jesus

O Evangelho da Graça – Ev. Isaías de Jesus

Texto Áureo “(…) contanto que cumpra com alegria a minha carreira e o ministério que recebi do Senhor Jesus, para dar testemunho do evangelho da graça de Deus.” (At 20.24)

Verdade Prática = O evangelho da graça de Deus é por excelência o evangelho da libertação do homem através do sacrifício salvífico de Jesus Cristo.

LEITURA BIBLICA = I TIMOTEO 1: 3-10

INTRODUÇÃO

Os ministros necessitam de mais graça do que outros, para realizar seu dever com fidelidade; e precisam de mais misericórdia do que outros, para perdoar o que está errado neles. E se, Timóteo, um ministro tão notável, necessitava da misericórdia de Deus, e precisava crescer e prosseguir nela, quanto mais nós, ministros, precisamos dela nesses tempos em que temos tão pouco do seu espírito excelente!

Comentários LB Adultos
O Evangelho da Graça – Prof. Adaylton Almeida

O Evangelho da Graça – Prof. Adaylton Almeida

O apóstolo Paulo foi levantado por Deus para ser um desbravador do evangelho, um bandeirante do cristianismo, um embaixador de Cristo, um arauto do Rei dos reis. Plantou igrejas nas províncias da Galácia, Macedônia, Acaia e Ásia Menor. Por sua influência, igrejas se espalharam em todo o mundo Oriental e Ocidental.

Comentários LB Adultos
O Evangelho da Graça – Rede Brasil de Comunicação

O Evangelho da Graça – Rede Brasil de Comunicação

Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Pernambuco

Superintendência das Escolas Bíblicas Dominicais

Pastor Presidente: Aílton José Alves

Av. Cruz Cabugá, 29 – Santo Amaro – Recife PE / CEP. 50040 – 000 Fone: 3084 1524

LIÇÃO 02 O EVANGELHO DA GRAÇA 3º TRIMESTRE DE 2015 (I Tm 1.3-10)

INTRODUÇÃO

Veremos nesta lição, a definição do termo graça; a diferença entre graça comum e graça especial ou salvadora. Também analisaremos quais as advertências quanto aos inimigos da fé que o apóstolo Paulo trás ao jovem Ministro Timóteo; e, por fim, estudaremos quais as características dos falsos mestres e as consequências de seus falsos ensinos.

Comentários LB Adultos
O Evangelho da Graça – Francisco A. Barbosa

O Evangelho da Graça – Francisco A. Barbosa

TEXTO ÁUREO

“[…] contanto que cumpra com alegria a minha carreira e o ministério que recebi do Senhor Jesus, para dar testemunho do evangelho da graça de Deus” (At 20.24).

VERDADE PRÁTICA

O evangelho da graça de Deus é por excelência o evangelho da libertação do homem através do sacrifício salvífico de Jesus Cristo.

LEITURA DIÁRIA

Segunda — 1Tm 1.7

Falsos doutores da lei que não compreendiam o que ensinavam

Terça — 1Tm 1.9,10

A Lei não foi feita para os justos, mas para os injustos

Quarta — 1Tm 1.17

A Deus honra e glória para sempre

Quinta — 1Tm 1.20

Entregues a Satanás para que aprendam a não blasfemar

Comentários LB Adultos
O Evangelho da Graça – Ev. Luciano de Paula Lourenço

O Evangelho da Graça – Ev. Luciano de Paula Lourenço

Texto Base: 1Timoteo 1:3-10

 “Mas em nada tenho a minha vida por preciosa, contanto que cumpra com alegria a minha carreira e o ministério que recebi do Senhor Jesus, para dar testemunho do evangelho da graça de Deus” (Atos 20:24).

INTRODUÇÃO

A graça de Deus traduz a bondade do Senhor e o seu desejo de favorecer o homem, de ser misericordioso com o ser humano, ainda que o homem não mereça esta benevolência divina, vez que pecou e se rebelou contra o seu Criador. Entretanto, apesar do pecado, Deus mostra seu amor em relação ao homem, por intermédio da sua graça. Assim, sem que o homem mereça coisa alguma, Deus providenciou um meio pelo qual o homem pudesse retornar a conviver com o Senhor. Quando ainda éramos pecadores, enviou seu Filho para que morresse em nosso lugar e satisfizesse a justiça divina.

Comentários LB Adultos
O Evangelho da Graça – Sulamita Macêdo

O Evangelho da Graça – Sulamita Macêdo

Professoras e professores, observem estas orientações:

1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:

– Cumprimentem os alunos.

– Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.

– Perguntem como passaram a semana.

– Escutem atentamente o que eles falam.

– Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.

– Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.

Pages