O Terrorismo Marca o Novo Século – Sulamita Macêdo

O Terrorismo Marca o Novo Século – Sulamita Macêdo

Professoras e professores, observem estas orientações:

1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:

– Cumprimentem os alunos.

– Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.

– Perguntem como passaram a semana.

– Escutem atentamente o que eles falam.

– Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.

– Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.

2 – Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.

Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.

3 – Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais, deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).

Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.

4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.

5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!

6 – Agora, vocês iniciam o estudo da lição. Vejam estas sugestões:

– Apresentem o título da lição: O Terrorismo marca o novo século.

– Coloquem em 01 quadro ou cartolina reportagens ou figuras sobre terrorismo que vem acontecendo nestes últimos anos.

Reflitam sobre o que tem originado esta onda de terrorismo, quais as localidades onde estão acontecendo e quem promove este tipo de violência.

– Em seguida, trabalhem o conteúdo da lição.  Lembrem-se de que vocês devem oportunizar a participação do aluno, envolvendo-o através de exemplos e situações próprias de sua idade. Dessa forma, vocês estão contextualizando o tema com a vida do aluno, além de promover uma aprendizagem mais significativa.

– Para concluir, utilizem a dinâmica “Proteção 24 horas”.

Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: Proteção 24 horas

Objetivo: Refletir sobre a proteção humana e a segurança que somente encontramos em Deus.

Material:

Figuras de fortalezas e torres(faróis).

Procedimento:

– Após trabalhar o que trata Zc 2. 4 e 5(ausência de muro ao redor da cidade e a glória de Deus como um muro de fogo) falem que historicamente  as cidades tinham muros que serviam de proteção para o povo contra os ataques dos inimigos.

– Falem para os alunos sobre o cuidado que temos com a proteção tanto pessoal como

também do patrimônio que temos.

Falem ainda sobre a falta de segurança que vivenciamos atualmente, com o aumento da violência social.

– Depois, perguntem: O que nos protege da insegurança que vivenciamos?

Aguardem as respostas. Certamente, alguns confirmarão que somente possuem a proteção divina, outros, além desta, vão falar de segurança eletrônica e/ou armada, atenção ao que acontece ao redor, etc

– Apresentem algumas figuras de fortalezas e torres que sua cidade possui ou mesmo de outros lugares.

Falem sobre a construção de fortalezas em localização estratégica nas cidades litorâneas que serviram para promover segurança. Além disso, falem sobre as torres que possuem faróis que serviam e servem até hoje para orientar a navegação à noite, promovendo também segurança para os navegantes.

– Agora, leiam:

Pv 18.10 “Torre forte é o nome do Senhor, para ela corre o justo e está seguro”.

Sl 46.1 “Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia”

Perguntem: Quem é a nossa fortaleza? E torre forte?

Espera-se que os alunos tenham observado o que dizem os versículos e falem que é Deus e o nome do Senhor!

– Falem: Temos uma torre forte na qual podemos nos refugiar, nos orientar através de Sua palavra que é luz para nosso caminho.

– Depois, perguntem se há algum aluno que está se sentindo inseguro, precisando se sentir amparado.

Certamente, haverá.

Então, peçam para que a turma faça um círculo ao redor do(s) colega(s). Orientem para que os alunos deixem o círculo bem fechado, simbolizando uma fortaleza, para que se sintam fortalecidos pelo cuidado e proteção dos colegas.

Depois, façam uma oração pelos que estão dentro do círculo, para que sintam segurança e proteção 24 horas da torre forte e da fortaleza que é Deus.

– Para concluir, leiam conjuntamente:

Pv 18.10 “Torre forte é o nome do Senhor, para ela corre o justo e está seguro”.

Sl 46.1 “Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia”.

Por Sulamita Macedo.

Publicado no blog Atitude de Aprendiz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *