A Nova Vida em Cristo – Daniel Conegero

A Nova Vida em Cristo – Daniel Conegero

Texto Áureo:

Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.
(Romanos 12:1).

Leitura Bíblica em Classe:

Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.
E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.
Porque pela graça que me é dada, digo a cada um dentre vós que não pense de si mesmo além do que convém; antes, pense com moderação, conforme a medida da fé que Deus repartiu a cada um.
Porque assim como em um corpo temos muitos membros, e nem todos os membros têm a mesma operação,
Assim nós, que somos muitos, somos um só corpo em Cristo, mas individualmente somos membros uns dos outros.
De modo que, tendo diferentes dons, segundo a graça que nos é dada, se é profecia, seja ela segundo a medida da fé;
Se é ministério, seja em ministrar; se é ensinar, haja dedicação ao ensino;
Ou o que exorta, use esse dom em exortar; o que reparte, faça-o com liberalidade; o que preside, com cuidado; o que exercita misericórdia, com alegria.
O amor seja não fingido. Aborrecei o mal e apegai-vos ao bem.
Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal, preferindo-vos em honra uns aos outros.
Não sejais vagarosos no cuidado; sede fervorosos no espírito, servindo ao Senhor;
Alegrai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, perseverai na oração.
(Romanos 12:1-12)

Introdução – Lição 9: A Nova Vida em Cristo

Entre os capítulos 12 e 15, o Apóstolo Paulo faz algumas exortações práticas concernentes à nova vida dos que estão em Cristo. Nos capítulos anteriores ele já havia estabelecido que judeus e gentios são pecadores, que são salvos da mesma maneira e que possuem papéis complementares na história. Especificamente no capítulo 12, Paulo trata da necessidade de consagração total (Rm 12:1,2) e a vida no corpo de Cristo (Rm 12:3-21).

I- Em Relação à Mordomia da Adoração Cristã (Rm 12:1,2) – Lição 9: A Nova Vida em Cristo

Nos dois primeiros versículos do capítulo 12, Paulo incentivou os seus leitores a responderem à bondade de Deus com uma consagração totalmente devotada a Cristo. Ele ensina que os que conhecem a graça salvadora, apresentada nos capítulos anteriores (caps. 3-11), devem agora levar uma vida motivada pela gratidão.

Ao utilizar a expressão “apresenteis o vosso corpo como sacrifício vivo”, Paulo demonstra que o único sacrifício que nos resta é o de gratidão a Deus, pois judeus e gentios agora estão unidos como povo de Deus, povo este para quem o último sacrifício foi realizado (cap. 3:25). Nosso papel então é oferecer a nossa própria vida como sacrifício de gratidão, sem restrições.

No versículo 2, o Apóstolo ensina que a mente do cristão deve ser moldada e determinada pelo conhecimento do Evangelho e pelo poder do Espírito. Os redimidos não devem se deixar levar pelas influências deste século que são passageiras e perecíveis.

Não atentando nós nas coisas que se vêem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que se não vêem são eternas.
(2 Coríntios 4:18)

A ordem é “transformai-vos pela renovação da vossa mente”, ou seja, somente por meio dessa renovação santificadora é que o cristão consegue discernir a conduta que é da vontade de Deus em cada situação do nosso cotidiano.

II- Em Relação à Mordomia do Exercício dos Dons (Rm 12:3-8) – Lição 9: A Nova Vida em Cristo

A partir do versículo 3, Paulo fala sobre qual deve ser a atitude do cristão para com seus irmãos na fé, ou seja, qual a conduta do verdadeiro crente no corpo de Cristo. De forma geral, Paulo ensina que devemos servir nossos irmãos, vivendo à luz das misericórdias divinas.

Talvez em decorrência de certas condições existentes na igreja romana, ou até mesmo em decorrência das experiências que ele havia tido com a igreja de Corinto (1Co 12:14-31), Paulo adverte diretamente contra o pecado da autoestima exagerada. Em outras palavras ele está dizendo: “Não se julgue o tal, não se considere o cara”. Para isto, ele recorre a sua autoridade como Apóstolo (“segundo a graça que me foi dada”), e direciona sua exortação a todos sem exceção (“a cada um de vocês”). Paulo ensina que devemos nos autoavaliar pela medida da fé que Deus designou a cada um de nós, e não com base em nossos próprios conceitos. Tudo isso é uma preparação para o que ele ensina a seguir, que basicamente é a afirmação de que as outras pessoas, dentro do corpo de Cristo, também possuem dons, ou seja, não devemos nos achar o centro de tudo.

Entre os versículos 4 e 8, o Apóstolo usou a analogia do corpo humano e suas variadas partes como uma ilustração da Igreja e seus membros. Essa comparação é familiar nas cartas de Paulo (1Co 3:3,4; 10:17; 12:27; Cl 1:24; 2:19; 3:15; Ef 1:23; 4:4-25). O que Paulo enfatiza em Romanos, ao utilizar esta comparação, são três coisas muito importantes:

  1. A unidade do corpo, ou seja, num só corpo temos muitos membros (vers. 4);
  2. A diversidade proposital dos membros, cada um com sua função (vers. 4);
  3. As necessidades e benefícios mútuos desses vários membros que se acham unidos em Cristo, isto é, cada membro deve reconhecer seus dons e usá-los de maneira adequada (vers. 5-8).

Uma observação importante é a expressão “segundo a graça que nos foi dada” utilizada no versículo 5, antes do Apóstolo iniciar uma listagem de sete funções. Ao usar tal expressão, antes de citar os “dons”, ele esta enfatizando que ninguém tem o direito de se vangloriar de seu dom, ao contrário, devemos sempre reconhecer que a habilidade que temos é fruto da graça de Deus, e deve ser utilizada com o objetivo de servir a outros.

III- Em Relação à Mordomia da Prática das Virtudes Cristãs (Rm 12:9-21) – Lição 9: A Nova Vida em Cristo

Entre os versículos 9 e 21, o Apóstolo Paulo ressalta a importância do amor sincero, sem hipocrisia. Ele continua sua exortação sobre qual deve ser a atitude do cristão com seus irmãos na fé iniciada no versículo 3. Paulo demonstra particular preocupação no fato de que o amor do cristão precisa ser autêntico e de boa vontade.

No versículo 10 ele ressalta o princípio de a Igreja ser uma só família, a casa de Deus, e ensina que os cristãos devem ser devotados uns aos outros com amor fraternal. No versículo 11 ele mostra que na vida cristã não deve existir apatia, ao contrário, o cristão deve sempre demonstrar entusiasmo. O cristão também deve ser perseverante na oração, paciente na tribulação e alegre na esperança, ajudando a amenizar as necessidades dos santos e praticando a hospitalidade (vers. 12, 13). No grego, hospitalidade, é uma palavra composta para “amor”, que tinha os estrangeiros em vista, ou seja, a tradução original seria algo como “amor aos estrangeiros”. Paulo neste versículo está chamando a atenção especialmente para aqueles cristãos que carecem de abrigo. A hospitalidade para com os cristãos viajantes era algo muito importante na Igreja Primitiva. Paulo como viajante sabia bem do que estava falando.

Paulo também adverte que o cristão deve abençoar, até mesmo diante de seus perseguidores, se alegrar com os que se alegram e chorar com os que choram, vivendo em harmonia uns com os outros (vers. 14-17).

No versículo 18 o Apóstolo se atenta ao fato de que o cristão deve ser um pacificador em momentos de tensão, e nunca buscar a vingança própria, ao contrário, deve-se vencer o mal com o bem, e confiar sempre na justiça de Deus, pois um dia a ira dEle será derramada e cobrará o injusto por sua injustiça (vers. 19-21).

Conclusão – Lição 9: A Nova Vida em Cristo

No capítulo 12 da Epístola aos Romanos, o Apóstolo Paulo faz várias exortações sobre o novo modo de viver dos que foram regenerados. São lições práticas que descreve qual deve ser a atitude dos cristãos em relação a Deus e a seus irmãos na fé.

Publicado no blog Estilo Adoração

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *