Comentários LB Adultos

Comentários das Lições Bíblicas Adultos

Comentários LB Adultos
A Organização de uma Igreja Local – Ev. Luiz Henrique

A Organização de uma Igreja Local – Ev. Luiz Henrique

Lição 11, A Organização de uma Igreja Local

3º trimestre de 2015 – A Igreja E O Seu Testemunho – As Ordenanças De CRISTO Nas Cartas Pastorais

Comentarista da CPAD: Pr. Elinaldo Renovato de Lima

Complementos, ilustrações, questionários e vídeos: Ev. Luiz Henrique de Almeida Silva

NÃO DEIXE DE ASSISTIR AOS VÍDEOS DA LIÇÃO ONDE TEMOS MAPAS, FIGURAS, IMAGENS E EXPLICAÇÕES DETALHADAS DA LIÇÃO

http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/videosebdnatv.htm

TEXTO ÁUREO
“Por esta causa te deixei em Creta, para que pusesses em boa ordem as coisas que ainda restam e, de cidade em cidade, estabelecesses presbíteros, como já te mandei.”(Tt 1.5).

Comentários LB Adultos
A Organização de uma Igreja Local – Francisco A. Barbosa

A Organização de uma Igreja Local – Francisco A. Barbosa

TEXTO ÁUREO

“Por esta causa te deixei em Creta, para que pusesses em boa ordem as coisas que ainda restam e, de cidade em cidade, estabelecesses presbíteros, como já te mandei.” (Tt 1.5)

VERDADE PRÁTICA

A igreja local deve subordinar-se à orientação de Deus, através de sua Palavra, que é o “Manual de Administração Eclesiástica” por excelência.

LEITURA DIÁRIA

Segunda – At 18.11 – Um ano e meio ensinando a poderosa Palavra de Deus

Terça – At 18.23 – Indo de um lugar para o outro animando os irmãos

Quarta – Ef 5.19 – Animando os irmãos com salmos, hinos e canções espirituais

Quinta – Mt 28.19,20 – A ordenança do Senhor Jesus para que a Igreja ensine a todos

Sexta – 1 Co 4.1,2 – A fidelidade dos servidores de Cristo Jesus

Sábado – Rm 16.5; 1 Co 16.19 – Saudação aos crentes que se reuniam nas casas dos irmãos

Comentários LB Adultos
A Organização de uma Igreja Local – Renato Bromochenkel

A Organização de uma Igreja Local – Renato Bromochenkel

A Organização de uma Igreja Local – Vamos estudar sobre a terceira carta pastoral de Paulo, destinada a Tito. Se Timóteo foi encarregado de transmitir ensinamentos, exortações e mensagens a uma igreja que sofria os ataques dos falsos mestres, Tito teve missão semelhante, porém com uma incumbência a mais, que foi a de estabelecer presbíteros, “em cada cidade”, pondo “em ordem” coisas que deveriam ser bem organizadas e estabelecidas. Paulo demonstra, na carta a Tito, que não era apenas pregador, ensinador e “doutor dos gentios”, mas, também, um administrador eclesiástico de larga visão ministerial.
Ele sabia avaliar as necessidades da obra do Senhor. E orientou Tito para que selecionasse obreiros cristãos, que podiam ser separados ou consagrados a presbíteros, como líderes que ficariam encarregados da direção de novas igrejas, “de cidade em cidade” (Tt 1.5). Dessa designação é que as igrejas em geral entendem que o cargo ou função de presbítero deve ser local, sendo suscetível de reconhecimento ministerial por parte de outras igrejas. Chama a atenção, mais uma vez, nas cartas pastorais, o cuidado de Paulo quanto às qualificações a serem exigidas para ó~exercício das funções ministeriais, em especial, no caso dos presbíteros.
Comentários LB Adultos
A Organização de Uma Igreja Local – Ev. Isaías de Jesus

A Organização de Uma Igreja Local – Ev. Isaías de Jesus

Texto Áureo = “Por esta causa te deixei em Creta, para que pusesses em boa ordem as coisas que ainda restam e, de cidade em cidade, estabelecesses presbíteros, como já te mandei.” (Tt 1.5)

Verdade Prática = A igreja local deve subordinar-se à orientação de Deus, através de sua Palavra, que é o “Manual de Administração Eclesiástica” por excelência.

LEITURA BIBLICA = TITO 3: 4-14

A EPÍSTOLA A TITO

A carta a Tito tem data ao redor de 62 a 64, e deve ter sido escrita, portanto, durante a quarta viagem missionária de Paulo. Foi produzida na Macedônia (3.12). Tito não era judeu, mas grego, tendo sido ganho para Cristo por Paulo: Gálatas 2.1-3 e Tito 1.4. A decisão paulina de não circuncidar Tito está em consonância com Atos 15 e é um exemplo vivo do novo tempo do evangelho, de liberdade da lei (Gl 1.4).  Não fosse esta carta seria ele um personagem obscuro, mencionado apenas de passagem. Atos omite seu nome. Mas ele foi um grande homem de Deus e pode nos lançar luzes sobre nossa conduta como homens de Deus.

Comentários LB Adultos
A Organização de Uma Igreja Local – Ev. José Roberto A. Barbosa

A Organização de Uma Igreja Local – Ev. José Roberto A. Barbosa

Texto Áureo  Tt. 1.5  – Leitura Bíblica  Tt. 1.4-14

Prof. Ev. José Roberto A. Barbosa

www.subsidioebd.blogspot.com

Twitter: @subsidioEBD

INTRODUÇÃO

Depois de estudar I e II Timóteo, nos voltaremos, nas próximas aulas, à Epístola de Paulo a Tito. Na aula de hoje apresentaremos alguns aspectos contextuais dessa Carta, ressaltando sua autoria, data e propósito. Em seguida, mostraremos que Paulo, através desse texto, pretendia despertar Tito, e os demais obreiros, para o ministério da Palavra. Ao final, ressaltaremos a necessidade da organização pastoral da igreja, sobretudo nas qualificações para a liderança cristã.

Comentários LB Adultos
A Organização de uma Igreja Local – Sulamita Macêdo

A Organização de uma Igreja Local – Sulamita Macêdo

Professoras e professores, observem estas orientações:

1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:

– Cumprimentem os alunos.

– Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.

– Perguntem como passaram a semana.

– Escutem atentamente o que eles falam.

– Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.

Comentários LB Adultos
A Organização de uma Igreja Local – Eu vou pra EBD

A Organização de uma Igreja Local – Eu vou pra EBD

Vamos estudar sobre a terceira carta pastoral de Paulo, destinada a Tito. Se Timóteo foi encarregado de transmitir ensinamentos, exortações e mensagens a uma igreja que sofria os ataques dos falsos mestres, Tito teve missão semelhante, porém com uma incumbência a mais, que foi a de estabelecer presbíteros, “em cada cidade”, pondo “em ordem” coisas que deveriam ser bem organizadas e estabelecidas. Paulo demonstra, na carta a Tito, que não era apenas pregador, ensinador e “doutor dos gentios”, mas, também, um administrador eclesiástico de larga visão ministerial.

Comentários LB Adultos
O Líder Diante da Chegada da Morte – Ev. Isaías de Jesus

O Líder Diante da Chegada da Morte – Ev. Isaías de Jesus

Texto Áureo = “Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé.” (2Tm 4.7).

Verdade Prática = A morte do crente não é o fim, mas a passagem para a glória eterna, na presença de Deus.

LEITURA BIBLICA = 2 TIMOTEO 4: 6-17

INTRODUÇAO

A epístola de Paulo conhecida como 2 Timóteo revela o coração do apóstolo Paulo diante da realidade da sua morte iminente. Foi uma das últimas, talvez a última, das epístolas desse apóstolo influente. O autor estava preso por causa da fé em Cristo, aguardando sua execução pelo crime de pregar o evangelho de Jesus. As palavras que Paulo dirigiu a Timóteo refletem os sentimentos de um soldado velho prestes a morrer no campo de batalha incentivando outro soldado a continuar firme na luta contra o inimigo.

Comentários LB Adultos
O Líder Diante da Chegada da Morte – Rede Brasil de Comunicação

O Líder Diante da Chegada da Morte – Rede Brasil de Comunicação

Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Pernambuco

Superintendência das Escolas Bíblicas Dominicais

Pastor Presidente: Aílton José Alves

Av. Cruz Cabugá, 29 – Santo Amaro – Recife-PE / CEP. 50040 – 000 Fone: 3084 1524

LIÇÃO 10 – O LÍDER DIANTE DA CHEGADA DA MORTE – 3º TRIMESTRE DE 2015

(II Tm 4.6-17)

INTRODUÇÃO

Nos versículos finais da segunda epístola escrita por Paulo a Timóteo, vemos o apóstolo relatando ao jovem obreiro que a sua morte era certa. No entanto, apesar de estar ciente disso, o servo do Senhor se comporta de forma confiante e esperançosa. Nesta lição definiremos a palavra morte; destacaremos qual a postura do apóstolo diante do iminente martírio; pontuaremos quais foram os seus sofrimentos em Roma; e, por fim, que apesar destes o Senhor Jesus esteve sempre ao seu lado.

Pages