Comentários LB Adultos

Comentários das Lições Bíblicas Adultos

Comentários LB Adultos
Apostasia, Fidelidade e Diligência no Ministério – Prof. Adaylton Almeida

Apostasia, Fidelidade e Diligência no Ministério – Prof. Adaylton Almeida

Prof. Pr. Adaylton de Almeida Conceição

Surgirão Falsos Ensinos (4.1,2)

Paulo começa este capítulo falando de uma revelação que o Espírito Santo tinha dado a igreja, que nos últimos tempos alguns deixariam a fé em Cristo Jesus por dar ouvidos e obedecerem a espíritos enganadores e a ensinos de demônios.

A intenção deles era usar pessoas fracas, soberbas e hipócritas e que tinham suas mentes fechadas para o verdadeiro evangelho,  para que com seus ensinos pudessem diluir o verdadeiro evangelho, ensinando falsos ensinos, que vão contra a palavra de Deus, para que muitos deixem a verdadeira fé em Cristo e sigam falsas crenças.

Comentários LB Adultos
Apostasia, Fidelidade e Diligência no Ministério – Ev. Luciano de Paula Lourenço

Apostasia, Fidelidade e Diligência no Ministério – Ev. Luciano de Paula Lourenço

Texto BASE: 1Timóteo 4:1,2,5-8;12,16

“Mas o Espírito expressamente diz que, nos últimos tempos, apostatarão alguns da fé dando ouvidos a espíritos enganadores e a doutrinas de demônios” (1Tm 4:1).

INTRODUÇÃO

Nesta Aula trataremos das advertências do apóstolo Paulo a Timóteo acerca do perigo das falsas doutrinas e acerca do caráter e a obra do ministro num contexto de deletéria influência dos falsos mestres. Três pontos serão destacados: o perigo das falsas doutrinas, a fidelidade dos ministros e a diligência no ministério.

Comentários LB Adultos
Pastores e Diáconos – Renato Bromochenkel

Pastores e Diáconos – Renato Bromochenkel

A Função dos Bispos e Diáconos – Este comentário volta-se para as atribuições ou funções respectivas dos bispos e diáconos, com base na visão que o apóstolo Paulo teve da organização eclesiástica, na igreja em seus primórdios. Sem dúvida, ele estava orientando Timóteo sobre como lidar com uma igreja que não tinha um modelo organizacional definido. A História da Igreja indica que, no princípio, a igreja ia-se implantando, e organizando-se de acordo com a realidade de cada local. Era um desafio imenso organizar uma instituição que crescia rapidamente, agregando novos membros, sem que houvesse uma liderança preparada para tal realidade.
Comentários LB Adultos
Pastores e Diáconos – Prof. Adaylton Almeida

Pastores e Diáconos – Prof. Adaylton Almeida

Prof. Adaylton de Almeida Conceição

Depois que Jesus concedeu Dons Espirituais aos homens, Ele mesmo, não outra pessoa, concedeu Dons à Sua Igreja. Efésios 4:11: “E ele mesmo concedeu uns para apóstolos, outros para  profetas, outros para evangelistas e outros para pastores e mestres”.

O pastorado eficiente é um dom de Cristo. Não depende de um curso especial, nem é produto de treinamento. Cristo deu a sua igreja (Efésios 4.11). Não pode ser substituído por nenhum preparo intelectual. A instrução pode ser importante no exercício do ministério pastoral, mas para que este seja uma verdadeira benção para a igreja, necessita ser um dom vindo do alto.

Comentários LB Adultos
Pastores e Diáconos – Pr. Adilson Guilhermel

Pastores e Diáconos – Pr. Adilson Guilhermel

Texto Áureo: Convém, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma mulher, vigilante, sóbrio, honesto, hospitaleiro, apto para ensinar. I Timóteo 3.2

Leitura Bíblica em Classe: I Timóteo 3.1-4,8-13

Introdução: Houve um tempo em que as ordenações a ofícios na Igreja, tais como, pastores, presbíteros, bispos ou anciãos e diáconos obedecia a critérios rigorosos na separação para tal. É bem verdade que ainda existe essa prática em alguns ministérios, mas infelizmente não é em todos, pois há alguns ministérios que fazem essa ordenação por conveniência e não por qualificação do indivíduo. Se não bastasse isso, ainda tem indivíduos que se ordenam a um desses ofícios por conta própria e, geralmente o que mais buscam é o ofício de pastor. Essa febre de querer ser pastor e abrir igrejas a revelia na realidade não tem sido um bem para o evangelho e sim, um grande mal. O que implica é que quaisquer uns desses ofícios envolvem uma chamada de Deus para tal, e não somente isso, é também necessário que o postulante reúna várias qualificações para exercê-los. O que se observa em nossos dias é que muitos indivíduos tem se aventurado a exercer essas funções, sem qualquer qualificação para tal.

Comentários LB Adultos
Pastores e Diáconos – Ev. Luiz Henrique

Pastores e Diáconos – Ev. Luiz Henrique

Lição 4 – Pastores e Diáconos

3º trimestre de 2015 – A Igreja E O Seu Testemunho – As Ordenanças De CRISTO Nas Cartas Pastorais

Comentarista da CPAD: Pr. Elinaldo Renovato de Lima

Complementos, ilustrações, questionários e vídeos: Ev. Luiz Henrique de Almeida Silva

Questionário_

NÃO DEIXE DE ASSISTIR AOS VÍDEOS DA LIÇÃO ONDE TEMOS MAPAS, FIGURAS, IMAGENS E EXPLICAÇÕES DETALHADAS DA LIÇÃO

Comentários LB Adultos
Pastores e Diáconos – Ev. José Roberto A. Barbosa

Pastores e Diáconos – Ev. José Roberto A. Barbosa

Texto Áureo  I Tm. 3.2  – Leitura Bíblica  I Tm. 3.1-13

Prof. Ev. José Roberto A. Barbosa

www.subsidioebd.blogspot.com

Twitter: @subsidioEBD

INTRODUÇÃO

A primeira parte do capítulo 3 da Primeira Epístola de Paulo a Timóteo apresenta orientações a respeito do pastorado e do diaconato. Na aula de hoje estudaremos a respeito desses ministérios, com vistas à edificação do corpo de Cristo. A princípio, destacaremos a função do pastorado, que a princípios era delegada aos presbíteros, enquanto supervisores da obra, e ministradores da palavra. Em seguida, atentaremos para o ministério dos diáconos, ressaltando, sobretudo, seu chamado para o serviço cristão.

Comentários LB Adultos
Pastores e Diáconos – Rede Brasil de Comunicação

Pastores e Diáconos – Rede Brasil de Comunicação

Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Pernambuco

Superintendência das Escolas Bíblicas Dominicais

Pastor Presidente: Aílton José Alves

Av. Cruz Cabugá, 29 – Santo Amaro – Recife PE / CEP. 50040 – 000 Fone: 3084 1524

LIÇÃO 04 PASTORES E DIÁCONOS 3º TRIMESTRE DE 2015

(I Tm 3.14; 8-13)

INTRODUÇÃO

A igreja de Éfeso, fundada por Paulo, estava enfrentando ataques de hereges: os judaizantes e os gnósticos. Preocupado com a saúde espiritual do povo de Deus e sua organização, o apóstolo envia o jovem cooperador Timóteo, obreiro de sua alta confiança. Em I Tm 3 o apóstolo dá orientações a Timóteo quanto a separação de obreiros, deixando clara a necessidade que a obra tem destes cooperadores; bem como destaca as qualificações morais que estes devem possuir para exercer liderança na congregação; e, por fim, qual a postura da igreja em relação a estes servos do Senhor.

Comentários LB Adultos
Pastores e Diáconos – Ev. Isaías de Jesus

Pastores e Diáconos – Ev. Isaías de Jesus

TEXTO ÁUREO = “Convém, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma mulher, vigilante, sóbrio, honesto, hospitaleiro, apto para ensinar.”

VERDADE PRÁTICA = Os pastores e diáconos são lideres escolhidos por Deus, através do ministério, para cuidarem do serviço cristão na igreja local.

LEITURA BIBLICA = I TIMÓTEO 3.1-4,8-13

INTRODUÇÃO

Na instrução para combater erro doutrinário em Éfeso, Paulo inclui ensinamento sobre os presbíteros. É o plano de Deus que cada igreja local eleja presbíteros qualificados (veja Atos 14:23; Filipenses 1:1; Tito 1:5). Paulo não oferece a Timóteo sugestões para esta escolha, mas dá qualificações, dizendo que “é necessário…” (3:2). Portanto, quem não tiver todas estas qualidades reveladas por Deus não deve ocupar o cargo de presbítero. 

Comentários LB Adultos
Pastores e Diáconos – Francisco A. Barbosa

Pastores e Diáconos – Francisco A. Barbosa

TEXTO ÁUREO

“Convém, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma mulher, vigilante, sóbrio, honesto, hospitaleiro, apto para ensinar.” (1 Tm 3.2)

VERDADE PRÁTICA

Os pastores e os diáconos são líderes, escolhidos por Deus, através do ministério, para cuidarem do serviço cristão na igreja local.

LEITURA DIÁRIA

Segunda – Fp 1.1

Saudação a todos os servos de Jesus Cristo

Terça – Mt 20.28

Jesus veio não para ser servido, mas para servir

Pages