A Organização de uma Igreja Local – Sulamita Macêdo

A Organização de uma Igreja Local – Sulamita Macêdo

Professoras e professores, observem estas orientações:

1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:

– Cumprimentem os alunos.

– Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.

– Perguntem como passaram a semana.

– Escutem atentamente o que eles falam.

– Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.

– Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.

2 – Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.

Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.

3 – Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais,deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).

Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.

4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.

5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!.

6 – Agora, vocês iniciam o estudo da lição. Vejam estas sugestões:

– Apresentem o título da lição: A Organização de uma Igreja local.

– Falem: Na aula de hoje, vamos começar a estudar sobre a carta de Paulo para Tito.

– Depois, apliquem a dinâmica “A Carta para Tito”.

– Em seguida, trabalhem o conteúdo da lição.  Lembrem-se de que vocês devem oportunizar a participação do aluno, envolvendo-o através de exemplos e situações próprias de sua idade. Dessa forma, vocês estão contextualizando o tema com a vida do aluno, além de promover uma aprendizagem mais significativa.

Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: A carta para Tito

Objetivo: Introduzir o estudo da carta de Paulo a Tito.

Material:

01 mapa no qual possam ser vistas a Macedônia e a Ilha de Creta.

01 tapete ou uma folha de papel madeira

01 envelope

01 cópia da carta de Paulo para Tito

Procedimento:

Antes da aula:

Fazer uma cópia da carta de Paulo para Tito

Destacar na carta o versículo 5 do capítulo 1

Colocar a carta dentro do envelope

Escrever no remetente: Paulo

Escrever no destinatário: Tito

Durante a aula:

– Apresentar um mapa no qual possam ser vistas a Macedônia e a Ilha de Creta.

– Falem: O apóstolo Paulo deixou Tito para a ilha de Creta antes de ir para a Macedônia. Apontem no mapa estes lugares.

Depois, leiam o versículo: “Por esta causa te deixei em Creta…” Tt 1.5.

– Escolham um aluno da sala para representar Tito.

– Peçam para que “Tito” fique na “ilha”, representado pelo tapete ou a folha de papel madeira.

– Entreguem para “Tito” um envelope contendo uma cópia da carta de Paulo para Tito.

A carta deverá ter o trecho destacado de 1.5, com o objetivo de facilitar a resposta de “Tito” mais adiante.

Ele deverá abri-la e fazer de conta que está lendo a carta.

– Depois, “Tito” vai responder a seguinte pergunta:

O que Paulo solicitou para você realizar?

Ele deverá ler o versículo 5 do capítulo 1.

– Depois, falem:

Da mesma forma que Paulo instruiu Tito para estabelecer presbíteros para facilitar o trabalho e melhor organização, nós também hoje na igreja também temos várias funções que cooperam para divisão de tarefas com vistas a melhor condução do trabalho do Senhor.

– Em seguida, trabalhem o conteúdo da lição.

Por Sulamita Macedo.

Sugestão para a conclusão do trimestre 

1 – O professor deve escrever uma carta contendo alguns pontos importantes estudados nas cartas de Paulo a Timóteo e a Tito.

Fazer cópias da carta, colocar num envelope e escrever no remetente o nome do professor ou professores e no destinatário o nome de cada aluno.

No dia da lição 13, entregar a carta para cada aluno.

2 – Vejam outras sugestões no Texto Pedagógico, postado abaixo:

Leitura e Avaliação de Livros da Bíblia

É muito comum fazer avaliação de leitura de um livro da Bíblia através de testes.                  Neste texto, sugiro 10 maneiras distintas, fugindo da forma tradicional de avaliar:

1 – Organizar Rodas de Leitura para discutir um livro se for pequeno e partes de um livro de for grande(muitos capítulos).

2 – Realizar dramatização de um trecho de um livro.

3 – Fazer um resumo de um livro; o professor deve apresentar um roteiro com alguns pontos interessantes que não podem faltar no resumo.

4 – Apresentar versículos ou parte da história que mais chamou atenção na leitura e explicar.

5 – Relacionar os nomes dos personagens bíblicos e escrever suas qualidades e defeitos, como também atitudes que mais gostou.

6 – Enviar um email para um colega da classe, falando sobre a leitura do livro e colocando fatos e versículos que mais chamaram a atenção. Fazer a cópia do email e levar no dia da avaliação.

7 – Desenhar um acontecimento do livro e explicar.

8 – Se for leitura de um livro poético, organizar um Sarau para os alunos recitarem os textos poéticos.

9 – Se for leitura do livro dos Salmos, escrever um salmo de agradecimento a Deus e apresentar para a turma.

10 – Fazer paródias sobre o tema do livro. É interessante que esta atividade desse ser feita em grupo. As músicas podem ser acompanhadas pelos alunos e seus instrumentos(caso saibam tocar).

Por Sulamita Macedo.

Publicado no blog Atitude de Aprendiz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *