Mês: setembro 2016

A Sobrevivência em Tempos de Crise – Eliseu Antonio Gomes

A Sobrevivência em Tempos de Crise – Eliseu Antonio Gomes

A sobrevivência em tempos de crise

EBD - Lições Bíblicas. O Deus de Toda a Provisão - Esperança e sabedoria divina para a Igreja em meio às crises. Comentarista: Elinaldo Renovato. Lição nº 1: A sobrevivência em tempos de crise.
Por Eliseu Antonio Gomes

O Deus de toda provisão
O melhor modo de entender a realidade de Deus é conhecê-lo pela sua natureza, quando buscamos não o que Ele pode ser, mas sim o que Ele é. A mente humana entende e define o que pode ser avaliado pelas limitações do pensamento humano. Então, é evidente que, sendo limitada e finita, nunca poderá conceber de forma adequada a Deus e à natureza da sua existência (1 Timóteo 6.16).
A Sobrevivência em Tempos de Crise – Luciano de Paula Lourenço

A Sobrevivência em Tempos de Crise – Luciano de Paula Lourenço

Texto Base: Habacuque 1:1-17

“Tenho-vos dito isso, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo” (João 16:33).

INTRODUÇÃO

Com esta Aula damos início ao 4º Trimestre letivo de 2016. Estudaremos a respeito do cuidado de Deus para com os Seus servos enquanto eles estão aqui na dimensão terrena, aguardando a glorificação. Deus sempre provê o necessário para cada ser humano, não apenas dos crentes. A Sua Graça Comum alcança todas as pessoas indistintamente (Gn.8:22). Deus não é apenas o Criador da Terra, do homem, e de tudo que nela há, mas, pela sua Graça Comum, ou Universal, ele é também o Sustentador de todas as coisas, incluindo a existência do homem, conforme afirmou Paulo, em Atenas: “Porque n’Èle vivemos, e nos movemos, e existimos…”(Atos 17:28). Sem a Graça Comum, ou Universal, que é um favor imerecido que ele quis e continua concedendo ao homem, não haveria vida sobre a Terra. Deus, através de sua Graça Comum, abençoa todos os homens, crentes e incrédulos. Foi o que o Senhor Jesus deixou claro, quando afirmou: “…porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons e a chuva desça sobre justos e injustos”(Mt.5:45). Deus mostra a Sua fidelidade e o Seu amor para com todos os homens, embora o pecado, que é iniquidade, ou seja, injustiça (1João 3:4), faça com que esta provisão divina não seja justamente distribuída e, em virtude disto, surjam as carências, as fomes e a tremenda injustiça social que hoje presenciamos com cada vez maior intensidade.

Pages