Mês: dezembro 2015

A Origem da Diversidade Cultural da Humanidade – Ev. José Roberto A. Barbosa

A Origem da Diversidade Cultural da Humanidade – Ev. José Roberto A. Barbosa

Texto Áureo  Gn. 11.6  – Leitura Bíblica  Gn. 11.1-9

Prof. Ev. José Roberto A. Barbosa

www.subsidioebd.blogspot.com

Twitter: @subsidioEBD

INTRODUÇÃO

Na aula de hoje estudaremos a respeito da construção da Torre de Babel. Essa foi mais uma tentativa humana de se voltar contra o Criador. Inicialmente destacaremos as características dessa rebeldia. Em seguida, mostraremos como Deus decidiu confundir as línguas dos homens, para que eles não se entendessem. E ao final, nos voltaremos para as implicações bíblico-teológicas dessa confusão, resultando na diversidade cultural da humanidade. Enfocaremos ainda o caráter supracultural do evangelho, que transforma pessoas caídas em novas criaturas em Cristo Jesus.

Ausência de Relacionamentos – Sulamita Macêdo

Ausência de Relacionamentos – Sulamita Macêdo

Professoras e professores, observem estas orientações:

1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:

– Cumprimentem os alunos.

– Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.

– Perguntem como passaram a semana.

– Escutem atentamente o que eles falam.

– Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.

– Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.

A Origem da Diversidade Cultural da Humanidade – Sulamita Macêdo

A Origem da Diversidade Cultural da Humanidade – Sulamita Macêdo

Professoras e professores, observem estas orientações:

1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:

– Cumprimentem os alunos.

– Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.

– Perguntem como passaram a semana.

– Escutem atentamente o que eles falam.

– Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.

– Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.

Pages